19/01/2010

Não sei mais quem é você - Poesia

Queridos e queridas,

As vezes me meto a poetiza. Apenas momentos
que passo em claras acordada sem pressa de dormir,
ou por não conseguir.
O que escrevo as vezes sinto, outras imagino,
pode ser que já tenham sentido
ou seria mais uma historia de menina.
Obrigada por lerem.

E beijos..


Em noites claras vem me ver
Ouço o ruídos e sussurros de você
Sem avisar, surge em meu olhar
Invade-me os pensamentos a me atordoar

Aos soluços deixa-me com sono
E quando acordo quero fenecer
Não quero amar você
Me faz padecer, me faz enlouquecer

Meu coração aperta, para, dispara
Nessas horas solitárias me acovarda
Como me livrar de você, te esquecer
Como não sonhar com você a toda hora

Sinto o chão se abrir, a terra parar
Eu tento, mas não consigo me libertar
Fico em silencio sentindo seu toque
Mas não é você, é só o meu querer

Sinto-me presa, sem saída
Em mim escravizo minha ira, minha agonia
Não sei se passou, se voltará
Não sei mais quem é você, o que pensar.




Escrevi esse poema em meu ex-Blog "Meus Momentos em Poesias", 
que fechei dia 18/05/12, sei lá porque... 


4 comentários:

Fernanda Valente disse...

Oi Pri, você sempre é bem vinda e muito bom saber que ainda existem pessoas que escrevem e amam ler poesias... a poesia é simples, assim como explicou. Ela revela aquilo que estamos sentindo, observando, imaginando ou até vivendo...
um beijo no seu coração... escreva sempre.

Diana disse...

Oii, estou passando para conhecer seu blog e fazer novas amizades..
bom começo de semana!
bjus

Mirian disse...

A poesia nos transformaa...=)
Fazia tempo que não vinha te visitar..^^
* Saudades amigaaa.

Priscila Rodrigues disse...

Ainda chego lá, querida Fê.. rs.

São apenas momentos..
***

Diana: Seja bem vinda, querida, é um prazer tê-la aqui, adorei o seu tbem..
***

Mirian: Polly querida, estava com saudades..

Beijos a todas..