29/06/2010

Mulheres que amam de menos. Não anônimas! [2]

Relacionamentos quando não sabemos se o amor ou o dinheiro administra a situação... Conversas de esquinas entre amigas. “Meus amores”..

Manu: Eu, Manuela, tenho 32 anos (não preciso esconder a idade, ainda estou gostosa), nunca fui casada e não tenho filhos, meus relacionamentos são casuais até que eu encontre um parceiro que não esteja interessado em meu dinheiro.
Tentei gostar do Fabiano – tah, gostei um pouquinho - mas ele só queria sair com meu carro. Eu sei o porque, é pra não gastar a gasolina dele, só pode ser...

Nós: O Michel não vinha sempre te buscar pra sair, te deixava em casa, só te levava pra lugares “chiques” e não deixava você dividir a conta?

Manu: Ah, não, ele pensava que era meu dono, queria me conduzir sempre, mas eu sei o porque dele não querer que eu dividisse as contas... Ele queria desfilar comigo pra cima e pra baixo, sem deixar eu propor os lugares..
Já me viram ser dirigida e não dirigir?

Nós: Mas... ah, deixa pra lá, doida... Haha.
Paty?

Paty: Eu, Patrícia, estou divorciada a 3 meses de Felipe, ele era um amor, sempre atencioso, trabalhador, carinhoso, fiel, companheiro, dedicado, me trazia flores acompanhados de presentes em datas comemorativas. Tínhamos os mesmos gostos, saíamos pra sair, dançar, faz um sexo de qualidade e sempre me trazia chocolates em épocas de TPM.
Ele era...

Nós: Chegaaaaa.. Por que se divorciou, então, se ele era o seu ideal?

Paty: Não sei, eu só tenho 23 anos, tenho muito o que conhecer, muito o que saborear da vida e não gostei da experiência de viver num mundinho a dois. Mas foi bom enquanto durou e a venda dos nossos bens pagou minha faculdade.

Nós: Estamos “bege”, amiga, ainda lembro daqueles dias que você só pensava em casamento.. =S

Elas: E você Cilóka, por que terminou com o Rodrigo? Parecia que ia dar casamento naquele grude todo, ele não largava do seu pé, amiga, o que houve?

Eu: Eu tenho cara de Banco 24 horas? Tenho cara de quem esta montada na grana pra sustentar marmanjo? Tenho filho barbado? Tenho caixa eletrônico dentro do meu quarto? Sou adepta a sair e pagar as contas e fazer festa pra amigos.. que nem são meus?
Já me viram com um homem que me pede dinheiro pra colocar gasolina na moto e consertar pneu furado de carro e que vive cheirando a fumaça?

Elas: A.....

Eu: NÃO, não sou otária.. Pronto falei!

Elas: Ele te pagou o que deve?

Eu: Não, mas eu ainda tenho o capacete e outras coisinhas dele, sairei lucrando quando eu vendê-lo.. Haha.

Elas (de boca aberta com minha atitude): Huau, esta certo que a vingança nunca é a melhor escolha, mas (silêncio momentâneo).. é isso ai, amiga, estamos contigo.. Haha

Nós: Hahahaha.. vamos assistir ao jogo.

11 comentários:

A.S. disse...

Priscila,

Nénhuma relação afectiva sobrevive se não houver cumplicidade... em tudo. Sem limites!
Ser amante é ser cúmplice!


Beijos, querida!
AL

*Maluh Mah* Marinha Luiza disse...

Muito bom!
Realmete as mulheres nunca estão satisfeitas... uahsuahs

Luana Rego disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luana Rego disse...

Pri... adorei! Ninguém se conforma com o que tem, infelizmente. E sempre a grama do vizinho é mais verde...
É aquela coisa: "Eu era feliz e não sabia". No caso da Paty de 23 anos. Mas também parto do pressuposto que se não tá satisfeita, tem que fazer à fila andar mesmo. Vivemos infinitamente em busca da felicidade. Beijosss Amiga =)

Sônia Silvino disse...

Boa noite Pri!!!
Vim prestigiar o teu blog!
Adorei o texto de hoje! Ah... as mulheres!!!
Um presente para você:
"POEMA DO AMIGO

Escuta meu amigo...
A qualquer hora em que chegares, sentarás comigo à minha mesa.
A qualquer hora em que bateres à minha porta, o meu coração também se abrirá.
A qualquer hora em que chamares, eu me apressarei.
A qualquer hora em que vieres, será o melhor tempo de te receber.
A qualquer hora em que te decidires, estarei pronto para te seguir.
A qualquer hora em que quiseres beber, eu irei à fonte.

A qualquer hora em que te alegrares, eu bendirei ao Senhor.
A qualquer hora em que sorrires, será mais uma graça que o senhor me concede.
A qualquer hora em que quiseres partir, eu irei à frente nos caminhos.
A qualquer hora em que caíres, eu estenderei os braços.
A qualquer hora, em que te cansares, eu levarei a cruz.

A qualquer hora em que te sentires triste, eu permanecerei contigo.
A qualquer hora em que te lembrares de mim, eu acharei a vida mais bela.
A qualquer hora em que partires, ficarás com a lembrança de uma flor.
A qualquer hora em que voltares, renovarás todas minhas alegrias.
A qualquer hora que quiseres uma rosa, eu te darei toda roseira.
Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar uma amizade
que não seja toda, de todos os instantes e para todo bem."(Cid Moreira)
Beijinhos carinhosos!!!
SÔNIA SILVINO'S BLOGS
Vários temas & um só coração!

Pérola disse...

A mulherada anda mais esperta atualmente,os homens q se cuidem rs.
Como vc está minha flor?
Obrigado pelo seu carinho sempre.
Beijokas.

ONG ALERTA disse...

Lembra ninguém faz nada sozinho, paz.
Beijo Lisette.

Tetê disse...

Pri querida... Esses seus posts seus ótimos! Papo de amigas é sempre muito divertido! Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Bom final de semana! Bjks Tetê

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Priscila.

Eu estava sem conexão, e ansiosa para vir aqui.

Texto muito divertido.
Mostra que é preciso nos conhecermos primeiro, para depois sabermos o que nos convém.

Um abraço apertado, amiga. Tenha um belo fim de semana.

Lindalva disse...

maravilhooooooooso este post amiga. E aproveitando a passagem te convido para a festa de 2 anos do quiosque azul, acontecerá hj na Ilha, te espero lá. Milhões de beijos azuis!

Biagio Grisi disse...

Estive ausente, mas, estou de volta
garota.
Obrigado por aceitar-me como amigo no FACE BOOK.
Um abração