28/07/2010

Meu confuso desabafo.


Eu me esquivo do cansaço, me libero da doutrina para alcançar meu mundo inalterável, mergulhando em águas imundas sendo filtradas junto ao meu caminho largo. Deixo-me levar pelo perigo, pelo qual não vivo e me desfaço a cada amanhecer quebrando cadeados.

Fecho meus olhos em dias tolos pra não ver passar o tempo, logo tardio em me alcançar, tenho medo, ouço ruídos e não mais vejo. Momentos malditos que me purifico a cada gota de lágrima, alçada a fase pacata que ganho quando acordo.

Olho para trás e vejo crivos bordados, confusos, ao voltar páginas em brancas, da qual me permiti embargar na teoria do inestimável, em soluços, que me apetece a sorte. Chorei ao me ver ali, passando por uma porta que não abri, pra depois começar do zero e me transformar numa estátua admirável aos olhos de quem me assiste.

Penso, me canso de pensar, de saber a verdade e escolher me calar pra não passar mais uma noite em claro. Já não sei estender a mão, meus olhos já não são puros à alma de outrem, dos que me rodeiam a sanha e, angustiada, fico impura. Não é assim que me refiz, não foi assim que me apurei.

Não sou uma imagem, não sou um presente dado em dias cruéis, que satisfaz um sorriso acanhado em momentos infortúnios. Não vim pra confundir, só quero meu sossego. Quero respirar, preciso dormir, quero seguir ao meu intento..

Vejo um grão de areia que brilha, chego perto e se apaga, transformando-se em fantasmas passados incalculáveis. Me despeço dessa raça inábil que anda pra trás e me carrega em laços, logo os vejo tropeçar, mais uma vez, em meus sapatos.

Um dia eu acerto...

“Momentos meus”

15 comentários:

«♥´♥`·.· Fada Pri­ ··.·´♥`♥» disse...

Oi Pri.. Belo blog... Parabens. Um beijao a vc
fadapri.com.br

A.Martins disse...

Ainda bem que gostas-te, fico muito contente (:
Beijos*

AnTeNaDa disse...

Esse seu texto fez valer a pena ter vindo até seu blog. Você escreve muito bem, domina as palavras de forma hábil. Preciso dizer que gostei? Então, está dito.
Sem contar que seus temas são variados e legais. Se tiver algum texto que te encante e que você goste muito, me indique esse seu preferido, vou querer muito lê-lo.
.
.
.
Aguardo o próximo post.

Mirtes disse...

Oi Priscila,

Seus textos são fortes e eruditos, fico sempre me questionando a cada palavra com espanto, misturado ao prazer lendo o que você escreve. Não me canço de parabeniza-la...

Bjsss no coração

A.S. disse...

Querida,

Nas tuas palavras vejo angústia, a sombra do tempo que passeia... não há esperança, nem desejo, nem amor, apenas um patibulo!
A vida não é isso!!! É viver sob as caricias dos raios do sol, é libertar todos os sentidos e desfrutar todos os prazeres e desejos que a vida tem para nos oferecer! Quero ver vc sorrir... um rasgão de luz vai acender teu corpo, onde reposam todos os desejos, todas as aventuras!


BeijOOO
AL

Lindalva disse...

Não é um confuso desabafo minha amiga É O TEU DESABAFO, A TUA PALAVVRA, O TEU SORRISO, TUA LÁGRIMA. Olha aproveita que hoje é sexta feira e vai desabafar no happy hour da Ilha tomando uma loira gelada e tascando uma pizza e depois dá um pulo na Ostra da Poesia porque é dia de seleção e tem poesia tua no páreo. Chamada a galera viu? beijus doces no coração! Tua amiga sumida, mas que não te esquece!

ONG ALERTA disse...

Sabe colocar para fora é importante faz bem a alma, paz.
Beijo Lisette

Tetê disse...

Oi, Pri querida... Vivemos num turbilhão de sentimentos e por horas fica muito confuso mesmo! Mas o importante é nos amarmos e ser fortes para ir saindo do emaranhado da vida! Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Bjks e bom final de semana! Tetê

Pérola disse...

Eu amei,me vejo assim em alguns momentos e eu chamo isso de desorganização profunda.
Claro q acertamos tudo é uma questão de tempo.
Parabéns minha flor,eu gostei muiiiiiiiiito.

Mirtes disse...

Ô Priscila, fiquei feliz e lisongeada com as palavras carinhosas que você me escreveu, Sentir-se bem querida por alguém é e sempre será uma honra...obrigada.

Sucesso,paz e muitos sorrisos.

MirteSmile rsrs

*Maluh Mah* Marinha Luiza disse...

Não sou uma imagem, não sou um presente dado em dias cruéis, que satisfaz um sorriso acanhado em momentos infortúnios. Não vim pra confundir, só quero meu sossego. Quero respirar, preciso dormir, quero seguir ao meu intento..


Tão lindo!

Tetê disse...

Pri querida... Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Amo receber suas visitas! Tenha uma boa semana! Bjks Tetê

A.Martins disse...

oh muito obrigada querida (: eu quando escrevo dou tudo de mim, é mágico *.*

Tetê disse...

Amiga... hoje é dia de celebração e acabo de postar sobre a Transfiguração do Senhor no "Tempo de Celebrar"! Confesso que estava com saudades de passar por lá... o cantinho está aconchegante, pronto para receber sua visita! Bjks Tetê

Mirian Vidal disse...

Como sempre você sabe conduzir as palavras para um lugar que prenda a nossa atenção.
Fazia tempo que eu não vinha aqui, mas voltei ao blog, e vejo que você se supera a cada dia.
Bjuu*Amiga