08/08/2010

Pai é Pai...


Meu Pai me ensinou o valor do amanhã, das conseqüências dos frutos que plantamos hoje.

Que por mais que o mundo seja tentador, com suas festejas noturnas irresistíveis, com seus caminhos teóricos do melhor que há na vida, sempre há limite.

Ensinou-me a administrar meus gastos, meu cansaço, de uma maneira dura, porém coerente, que para obter o desejado, primeiro dá-se o suor.

O privei de conhecer-me, de me dar um futuro e saber meu paradeiro, mas nunca esqueço dos conselhos que, por mais que não seja transparente de onde que eu aprendi, hoje sou espelho de caráter e compostura.

Meu amor é silencioso, sou osso duro de roer e não sei demonstrar afeto direto, mas em minhas orações de proteção e prosperidade sempre cito seu nome. E se hoje sou o que sou, em relação a bom senso, devo isso ao meu Pai que sempre se mostrou correto.

5 comentários:

Fernanda Valente disse...

eu queria tanto ter o meu aqui...

saudade tb Pri, postarei com mais frequencia agora. Minha vida anda pra lá de confusa...

AnTeNaDa disse...

Graças a muitos pais (e mães também) de caráter temos seres humanos dos quais podemos nos orgulhar esporadicamente. Belíssimo post!
Agradeço sua visita.
.
.
.
Até a próxima...

*Maluh Mah* Marinha Luiza disse...

Pai é pai e o meu é O PAI!!!

Pérola disse...

Saudades de ti amada.
Obrigado pela visita.
Beijokas mil.

Tetê disse...

Meus pais se separaram eu tinha 8 anos mas ele era um pai presente. O cargo que ele ocupava, tinha brechas para enriquecer de forma ilícita, mas ele não se corrompeu e sempre nos ensinou a ser, acima de tudo, honestos e corretos. Ser pai é passar bons ensinamentos através do exemplo! Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Bom final de semana! Bjks Tetê