23/05/2012

Perdi a poesia..

Poesia escrita dia 
8 de Junho de 2009.


Não encontro meus sentidos, minhas emoções
Onde estão meus suspiros e convicções?
Fez-se manhã e não vejo o amanhecer
Fez-se noite e não sinto o anoitecer

O mar já não é mais azul
E esse azul sumiu do céu
O mel já não tem mais sabor
Nem o prazer do eterno amor

Já não ouço o cantar dos pássaros
Nem o cavalgar dos cavalos
Não sinto o cheiro das rosas
Nem o encanto da aurora

Não ouço o barulho da cidade
No campo já não sinto o sereno
Corro conta o vento, conta o tempo
Falta-me o ar, não sinto a chuva, sinto medo

Perdi meus versos, a sintonia
Meu amor, minha ira
Quando partiu, perdi a primavera
Perdi a poesia, perdi em mim o poeta

9 comentários:

Everson Russo disse...

Na poesia sentimentos sempre sobrevoam,,,uma hora a gente se perde,,,em outra a gente se encontra,,,mas sempre será poesia...beijos de bom dia pra ti amiga.

Meu Jardim disse...

Sensibilidade à mil...
Linda arte Pri. Amei a poesia!
Deus te abençoe mais e mais flor.
Um grande beijo,
Lu.

Lynce disse...

Lindoooooo...
E para quando uma poesia para mim?
Beijinhos!
:)))

Priscila Rodrigues disse...

Everson: Sempre que houver sentimento. :D

LU: Obrigada, Flor, venha florescer aqui mais vezes.

Lynce: Escreverei com prazer (Ui), meu próximo será pra vc. :D

Bjos, gente ♥

ONG ALERTA disse...

Perdeu em algum momento em outro terá surpresas.
Beijo Lisette.

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti minha amiga, cheio de poesias e paz...beijos e beijos.

Tetê disse...

Pri... nada fica eternamente perdido. Quem perde acha! Querida, obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Bjks e bom final de semana! Tetê

A.S. disse...

A vida é uma busca permanente!... Um dia encontraremos tudo o que perdemos, porque tudo existe e está bem perto dos nossos dedos!...


Beijos, querida!
AL

Sónia M. disse...

A poesia acabou encontrando-a...
Beijo
Sónia